Paranatinga, 26 de Outubro de 2021

Regional

PM encontra fuzil calibre 762 deixado na mata por bando do novo cangaço; operação completa 30 dias

Publicado 05/07/2021 10:16:54


Policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) encontraram um fuzil calibre 762 escondido na mata, nas proximidades do Rio Juruena, em Nova Bandeirantes. O armamento pode ser do restante do bando que ainda está na mata escondido após assalto a dois bancos na cidade, ocorrência no estilo novo cangaço. 


O armamento é semelhante ao utilizado pelos criminosos e justamente na incursão dos militares na região de mata, foi encontrado nesta manhã de domingo. O local que a arma estava é o mesmo do último confronto que resultou em morte de criminosos e uma prisão. 

Na visão do comandante do Bope, que está na mata desde o início dos trabalhos, esse fuzil foi deixado para trás para que o peso da tralha seja diminuído, já que os bandidos estão em fuga constante. "Sabemos que podemos estar perto do bando. Ainda faltam três. Eles abandonaram esse fuzil para ter uma carga mais leve na fuga", comentou o comandante do Bope, Ronaldo Roque.

30 dias de fuga

O tenente coronel Adenilson de Arruda, comandante do CR de Alta Floresta, comentou que no dia 4 de junho, 13 elementos armados invadiram as duas agências da cidade e levaram muito terror aos moradores.

"Nós não vamos parar. O trabalho de busca continua, com todas as forças empenhadas, para dar uma resposta à sociedade", disse o comandante da região. 

Cerca de 100 policiais estão atuando com barreiras policias, buscas na mata, além de voos de helicóptero. “Vamos manter todo pessoal necessário na região até que as investigações sejam concluídas. Enquanto tiver a possibilidade de alguém homiziado, a gente vai ficar com as forças [de segurança] até pegar o último”, afirmou o secretário de Segurança Pública (Sesp-MT), Alexandre Bustamante nesta quinta-feira (1º).

O roubo as agências do Sicredi e Sicoob aconteceu no dia 4 de junho. Na porta do banco eles deixaram reféns sem camisa e com as mãos pra cima, enquanto faziam o recolhimento do dinheiro. Para assustar e evitar a chegada dos policiais, eles dispararam vários tiros em frente à praça pública. 

 



Todo ato é semelhante ao usado no estilo Novo Cangaço, que estava extinto em Mato Grosso desde 2013.

A operação em Nova Bandeirantes já dura cerca de 30 dias com saldo de nove mortos, quatro presos e cerca de R$ 500 mil recuperados. Atualmente, três criminosos são procurados.

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.