Paranatinga, 17 de Maio de 2022

Regional

Mãe denuncia descaso após não conseguir doar órgãos de filho que teve morte encefálica

Publicado 23/12/2021 18:20:34


Isabel Cristina Mendes de Araújo, 63 anos, mãe do empresário Bruno Mendes de Araújo, 35, denuncia que os órgãos do filho foram "desperdiçados" devido à falta de equipe na Central Nacional para realização da captação logística em Cuiabá. Bruno teve morte encefálica após sofrer um acidente na última quinta-feira (16) na Avenida Fernando Corrêa da Costa. 

 



De acordo com a mãe, no dia do acidente, o filho foi encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Devido à gravidade do caso, posteriormente Bruno foi encaminhado para o Hospital Santa Rosa, onde recebeu, nesta terça-feira (21), o diagnóstico de morte encefálica. 

 


“[Ficou] lá, permanecendo até a data de hoje cedo. Quando foi constatada a morte encefálica, eles solicitaram um exame eletroencefalograma, necessário para compor o rol de exames solicitados pela captação. Assim foi feito”, conta Isabel ao Olhar Direto ao relatar que, mesmo após a morte, o filho ainda ficou dois dias no Hospital Santa Rosa, aguardando os trâmites para proceder com a doação. 

 

Ainda na terça-feira (21), a mãe relata que a Central Estadual de Transplantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) entrou em contato, informando como seria realizado o procedimento de captação dos órgãos nesta quinta-feira (23).

“Conversou conosco, explicou tudo, preenchemos os formulários de autorização para dar início no processo, para captação dos órgão. Ontem à noite foi nos informado que, possivelmente, hoje de manhã chegaria uma equipe para remover os órgãos que foram compatíveis, fígado e rins”, comenta. 

 


Por volta de 8h30, porém, a família foi informada pela Central Estadual de Transplantes da SES-MT que a realização do transplante não seria possível. Isto porque a Central Nacional de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos (CNCDO) por estar com a logística comprometida devido às festividades de fim de ano.  

 

que diz a SES

A reportagem entrou em contato com a SES-MT para entender os motivos da não realização do procedimento de doação de órgão. A pasta, por sua vez, ainda não se manifestou até a publicação desta matéria. O espaço segue aberto para futuras manifestações. 

 

 

 

Fonte: OLHAR DIRETO

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.