Paranatinga, 27 de Novembro de 2021

Regional

Assaltante do Novo Cangaço morto em confronto com Bope trabalhava com instalação de placas solares

Publicado 26/06/2021 07:45:27


Morto em confronto com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), Diego Almeida Costa, de 31 anos, trabalhava no Estado da Bahia com instalação de placas solares. Nas redes sociais, ele se identificava como empreendedor e divulgava seu trabalho entre publicações na praia e com amigos. O rapaz integrava o grupo que assaltou duas agências bancárias da cidade de Nova Bandeirantes (1.026 quilômetros de Cuiabá), no dia 4 de junho, na modalidade conhecida como Novo Cangaço. 

 

Leia também:

Jornalista, mãe de suplente de Fávaro e universitária morrem por Covid-19 em Mato Grosso

 

Diego morreu no município de Nova Monte Verde na segunda-feira (21), juntamente com o comparsa Diego de Almeida Costa, 31 anos, após uma barreira policial. Ambos teriam atirado nos militares que revidaram e pediram reforço.

 

Os bandidos então correram para uma região de mata e após chegada da Força Tática de Alta Floresta, eles foram encontrados dentro de uma casa. Novamente, os policiais teriam sido recebidos com disparos e houve a troca de tiros que resultou nas mortes.

 

Com a dupla foram encontradas diversas roupas, R$43,5 mil, além das armas que foram utilizadas no assalto (revólver calibre 38 e espingarda calibre 12).

 

Ainda no final da tarde desta terça-feira (22), o Bope voltou ao local do confronto e acabou encontrando R$ 45.025,00 em dinheiro após varredura na área. Também foram encontradas vestimenta policial camuflada, roupas e uma rede de selva.

 

 

 

Na tarde do dia 10,houve a primeira troca de tiros. Quatro homens do bando entraram em confronto depois de evitarem uma barreira e fugirem em uma caminhonete em Nova Bandeirantes. Os policiais do Bope coletaram as informações e foram em busca dos suspeitos no meio da mata.

 

Em dado momento, a equipe do Bope foi surpreendida por disparos de arma de fogo e iniciou-se o confronto que resultou nos óbitos de Waldeir Porto Costa, 25 anos, Luiz Miguel Melek, 40 anos, Maciel Gomes de Oliveira, 37 anos, e Romário de Oliveira Batista, 35 anos. Com os bandidos foram encontradas roupas militares, armas e R$ 164 mil.

 

Até o momento, a forças de segurança de Mato Grosso já recuperaram cerca de R$ 288 mil dos R$ 900 mil roubados. Suspeita-se que o grupo tenha de 10 a 15 criminosos. Seis foram mortos e dois presos.

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.