Paranatinga, 19 de Maio de 2022

Política

STF determina retorno de Botelho à presidência da Assembleia

Publicado 24/02/2022 20:14:31


REDAÇÃO

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a recondução do deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil) ao comando da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, nesta quinta-feira (24).

 

A decisão é assinada pelo ministro Alexandre de Moraes, que revogou um despacho do ano passado que havia retirado Botelho da presidência da Casa (veja a integra da decisão AQUI). 

   

Atualmente, a presidência é ocupada pelo deputado Max Russi (PSB), que havia sido eleito em outra disputa, realizada após a primeira liminar do STF.

 

“Em vista do exposto, revogo a decisão cautelar proferida nos presentes autos e restauro a eficácia da eleição realizada pela Assembleia Legislativa na Sessão Ordinária de 10/6/2020, para composição da Mesa Diretora no biênio 2021-2022, com a consequente recondução imediata de seus membros aos cargos antes ocupados, até o julgamento final da presente Ação Direta”, determinou Alexandre de Moraes.

PUBLICIDADE

 

 

 

Revogo a decisão cautelar proferida nos presentes autos e restauro a eficácia da eleição realizada pela Assembleia Legislativa na Sessão Ordinária de 10/6/2020, para composição da Mesa Diretora no biênio 2021-2022

Agora, além de Botelho, a Mesa Diretora tem os seguintes parlamentares: Janaina Riva (MDB) como vice-presidente e Max Russi (PSB) como primeiro-secretário.

 

Também integram o comando os deputados Wilson Santos (PSDB) como 2º vice-presidente, Valdir Barranco (PT) como 2º secretário, Claudinei Lopes (PSL) como 3º secretário e Paulo Araújo (Progressistas) como 4º secretário.

 

Botelho deve concender uma entrevista coletiva ainda nesta quinta-feira.

 

Decisão anterior e novo entendimento

 

Em fevereiro de 2021, Moraes suspendeu a eleição que reconduziu Botelho e demais membros ao comando da Assembleia. Ele vedou a posse de parlamentares que compuseram a Mesa nos biênios 2017/2018 e 2019/2020, nos mesmos cargos. 

 

Botelho tomou posse para seu terceiro mandato consecutivo como presidente da Assembleia em 1º de fevereiro do ano passado.

 

À época, o ministro atendeu uma Ação Direta de Inconstitucionalidade do partido Rede Sustentabilidade e firmou um entendimento do STF de que a possibilidade de uma única recondução aos cargos da Mesa Diretora das assembleias.

 

Agora, no despacho desta quinta-feira, Moraes argumentou que o plenário do STF também firmou “a compreensão majoritária de que os efeitos dessa mudança de jurisprudência não seriam imediatamente aplicáveis à eleições para as Mesas Diretoras ocorridas em até um ano após a publicação do acórdão da ADI 6524, primeiro julgado da CORTE em que sinalizado a nova interpretação sobre os requisitos de elegibilidade para os cargos em questão”.

 

 

Fonte: Mídia News

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.