Paranatinga, 19 de Maio de 2022

Política

Senador avisa que candidatura do UB não atrapalhará aliança de Bolsonaro com Mauro

Publicado 05/05/2022 17:06:36


O senador Welington Fagundes (PL) declarou nesta quinta-feira (5) que a pretensão do diretório nacional do União Brasil de ter uma candidatura própria a Presidência da República não atrapalha a aproximação do governador Mauro Mendes (União Brasil) com o presidente da República Jair Bolsonaro e uma aliança com o PL em Mato Grosso para as eleições de outubro. “Não teremos a verticalização partidária. Ou seja, as coligações nacionais poderão ser diferentes dos Estados. Pelo que conheço do União Brasil, existem diferenças regionais muito grande e acredito que cada Estado poderá fazer a aliança mais desejável”, disse. 

Questionado se tem a convicção de que o diretório nacional do União Brasil pode liberar o partido em Mato Grosso para apoiar Bolsonaro, o senador Welington Fagundes vê viabilidade neste sentido. “Isso de modo geral está acontecendo. Acredito que as alianças estaduais serão diferentes das nacionais”, concluiu.

Na quarta-feira (4), o presidente nacional do União Brasil, deputado federal Luciano Bivar, anunciou a saída do partido do bloco formado pelo PSDB, Cidadania e MDB para lançar uma candidatura com chapa pura à Presidência da República. Com o anúncio, o partido deve seguir com o projeto da candidatura de Bivar com o ex-juiz federal Sérgio Moro como candidato a vice-presidente. 

O senador Welington Fagundes (PL) ainda declarou que aposta em um bom desempenho nas urnas do presidente da República Jair Bolsonaro em solo mato-grossense. “Estava em Paranatinga com outras lideranças políticas e nome do Bolsonaro foi muito aplaudido quando citado. Existe uma sintonia do eleitor de Mato Grosso com o presidente da República, não só da população como também do pequeno ao médio produtor rural e aos empresários do agronegócio que movem a economia. Mato Grosso é o Estado que o Bolsonaro tem alta aprovação e vai crescer ainda mais pelas parcerias que reforçam a infraestrutura e o planejamento de ferrovia”, declarou.

Questionadoa respeito da composição de sua chapa ao Senado com a indicação dos suplentes, Fagundes assegura que não houve conversas neste sentido. “Ainda é muito cedo. Isso vai ser discutido mais a frente”, concluiu.

 

 

Fonte: Folha Max

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.