Paranatinga, 26 de Janeiro de 2022

Política

Redução de focos de calor em Mato Grosso atinge 20,2%

Publicado 01/08/2021 16:31:48


Relatório do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) apontou para redução de 20,2% nos registros de focos de calor. Em Cuiabá, a diminuição alcançou 63%. Outro município que apresentou melhora no seu quadro foi Poconé, com queda de 96%. Os dados colhidos e apresentados em 2021 são um comparativo com o primeiro semestre de 2020 e mostram o resultado de trabalho intensivo realizado pelos militares que direcionaram mais de 3 mil agentes para atuarem contra as chamas.



No primeiro semestre de 2020, Mato Grosso registrou 8.550 focos de calor. Em 2021, mesmo período do ano passado, o total ficou em apenas 6.822, o que representa uma redução de 20,2%. Na capital, os focos de calor em vegetação apresentaram redução de 63% em relação ao mesmo período de 2020.

De acordo com o documento, de 01 de janeiro até 29 de julho de 2020, Cuiabá registrou um total de 63 focos de calor. Em 2021, o total registrado foi de 23 focos, o que representa uma queda de 63%.

O município de Poconé, a 104 km de Cuiabá, registrou uma queda de 96% nos focos. De 01 de janeiro até 29 de julho, foram 782 focos. Em 2021, foram contabilizados apenas 34.

Os números positivos são reflexo da rápida atuação das equipes que têm conseguido combater as chamas, antes que se transformem em incêndios de grandes proporções. Para conseguir essa resposta imediata de combate, os militares têm realizado o monitoramento de todas as regiões do Estado, por meio de imagens via satélite.

“É importante entender que um foco de calor é registrado através do nosso sistema de monitoramento quando as chamas tenham atingido, aproximadamente mil metros, deste modo é plotado como foco. Nossas equipes têm atuado e conseguido conter esses incêndios, antes que tenha alcançado essa metragem, por isso tivemos essa redução nos focos de calor neste primeiro semestre do ano”, explicou o comandante do CRBM-I, João Paulo Nunes de Queiroz.  

Os municípios de Barão de Melgaço, com 86%, Nossa Senhora do Livramento 85%, Jangada 82%, Nobres com 72%, Santo Antônio de Leverger 67%, Rosário Oeste 60%, Várzea Grande 43% e Planalto da Serra 33% também tiveram redução nos focos de calor.

O período proibitivo de incêndios florestais em Mato Grosso vai de 1° de julho até 30 de outubro. Neste período, fica proibido o uso do fogo do fogo para manejo e limpeza de áreas. Dependendo das condições climáticas, a proibição do uso de fogo pode ser prorrogado.

 

Fonte: OLHAR DIRETO

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.