Paranatinga, 27 de Novembro de 2021

Política

Ana Cristina condena seis envolvidos em desvios na ALMT envolvendo factoring de Arcanjo

Publicado 18/08/2021 12:15:18


A juíza Ana Cristina Mendes, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, condenou seis pessoas acusados de participação em crimes envolvendo o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Decisão consta no Diário de Justiça desta quarta-feira (18). Os réus devem indenizar o dano causado, R$ 1,8 milhão.


 
Caso versa sobre a emissão de cheques em nome da Casa de Leis, posteriormente desviados. Conforme os autos, valores eram compensando na empresa Confiança Factoring, propriedade de Arcanjo. O ex-deputado estadual José Riva, atual colaborador premiado, confessou os crimes. De forma geral, pagamentos irregulares de mais de R$ 60 milhões são apontados.
 
Conforme os autos, foram condenados Varney Figueiredo de Lima, Nivaldo de Araújo, Geraldo Lauro, Nasser Okde, Nilson Roberto Teixeira, José Quirino Pereira e Joel Quirino Pereira.
 
Geraldo Lauro foi condenado à pena privativa de liberdade de 15 anos, seis meses e 20 dias de reclusão e ao pagamento de 150 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.
 
Varney Figueiredo de Lima foi condenado à pena privativa de liberdade de 15 anos, seis meses e 20 dias de reclusão e ao pagamento de 150 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.
 
Nasser Okde foi condenado à pena privativa de liberdade de 13 anos e quatro meses de reclusão e ao pagamento de 120 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.
 
José Quirino Pereira foi condenado à pena privativa de liberdade de 13 anos e quatro anos de reclusão e ao pagamento de 120 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.

Joel Quirino Pereira foi condenado à pena privativa de liberdade de 13 de reclusão e ao pagamento de 120 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.

Nilson Roberto Teixeira foi condenado à pena privativa de liberdade de oito anos, 10 meses e 20 dias de reclusão e ao pagamento de 100 dias-multa, pena que será cumprida em regime inicial fechado, devendo aguardar o julgamento de eventual recurso em liberdade.
 

 

 Ana Cristina decretou a perda da função pública de Geraldo Lauro, Varney Figueiredo de Lima e Nasser Okde, afastando-os da administração pública

 

Fonte: OLHAR DIRETO

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.