Paranatinga, 26 de Janeiro de 2022

Polícia

PF fecha cerco ao contrabando de agrotóxico; vereador é preso

Publicado 04/08/2021 11:30:11


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a Operação Terra Envenenada 2, em Mato Grosso, para combater o ingresso, transporte e comercialização de agrotóxicos ilegalmente importados.

 

Um dos presos na ação é o vereador Toninho Bernardes (PL), de Sinop.

 

A operação é feita por causa da extensa rede criminosa formada a partir do Paraguai e China até o Norte de Mato Grosso.

 

Foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão, expedidos pela Justiça Federal que foram cumpridos nas cidades de Sinop, Sorriso, Feliz Natal, além de São Paulo, Campo Grande (MS) e Terra Roxa (PR).

 

A investigação originou-se da análise do material e depoimentos colhidos na primeira fase da operação, quando foi desmantelada organização criminosa e apreendida mais de uma tonelada de agroquímicos contrabandeados ou adulterados.

 

Desde essa etapa inicial, a Polícia Federal intensificou as investigações e identificou grandes grupos de fornecedores regionais e nacionais, cujos líderes e integrantes foram presos nesta data.

 

Foram apreendidos documentos e materiais de interesse para investigação, agrotóxicos, além de armas irregulares.

 

Os investigados responderão por comercialização e transporte de agroquímicos de uso proscrito, constituição de organização criminosa, lavagem de dinheiro e outros crimes que vierem a ser descobertos. As penas variam de dois a dez anos de reclusão. 

 

O início

 

A primeira fase da operação foi deflagrada em junho de 2018.

 

Na ocasião, descobriu-se que os integrantes do grupo compravam agrotóxicos proibidos no Brasil pelo alto grau de toxicidade, misturavam a produtos permitidos e vendiam a produtores por preços bem altos.

 

Os danos à saúde de quem consome um alimento com este tipo de mistura são enormes. Foram cumpridos seis mandatos de prisão de 16 de busca e apreensão nos três estados.

 

Em dezembro de 2019, a Justiça Federal em Sinop acatou pedidos feitos pelo Ministério Público Federal (MPF) e condenou oito pessoas investigadas na primeira fase.

 

Eles foram condenados pelos crimes de importação, venda ilícita e adulteração de agrotóxicos, além de organização criminosa, lavagem de dinheiro e posse ilegal de arma de fogo.

 

 

Fonte: MÍDIA NEWS

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.