Paranatinga, 19 de Maio de 2022

Polícia

Governo reduz ICMS, quita VLT e lança ferrovia, BRT e autódromo

Publicado 03/01/2022 10:58:57


Com o reequilíbrio financeiro conquistado ao longo dos últimos dois anos, o Governo de Mato Grosso se desfez do “pesadelo” da dívida do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e começou a tirar do papel a obra do ônibus de trânsito rápido (BRT), a partir do lançamento do edital para execução da obra na Grande Cuiabá.

 

A dívida que ainda mantinha o Estado “preso” à Caixa Econômica Federal (CEF) era de R$ 560 milhões, empréstimo feito em 2012 pelo ex-governador Silval Barbosa.

 

 

As contas com saldo positivo ainda refletiram no lançamento de um “pacotão” de redução das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de segmentos importantes, como energia elétrica, telecomunicação, combustíveis e gás industrial.

 

Com a redução, o Estado abriu mão de arrecadar R$ 1,2 bilhão, montante esse que deverá ficar no bolso do consumidor a partir de janeiro de 2022.

 

 

Neste ano, o governador Mauro Mendes (DEM) ainda marcou a sua gestão pelo lançamento de duas obras grandiosas: a primeira ferrovia estadual do Estado, orçada em R$ 12 bilhões, e o Parque Novo Mato Grosso, que deverá ser um dos maiores espaços multieventos da América Latina e custará algo em torno de R$ 150 milhões.

 

BRT

 

 

Orçado em R$ 480.500.531,82, o BRT teve o edital lançado em dezembro deste ano e a abertura das propostas está marcada para o dia 27 de janeiro de 2022

 

No valor da obra também estão inclusas as construções de 46 estações, de um terminal na região do Coxipó e outro no CPA, e a reconstrução do Terminal André Maggi, em Várzea Grande.

 

 

Será construído ainda um viaduto para passagem do BRT na rotatória das avenidas Fernando Corrêa da Costa e Beira Rio; uma nova ponte sobre o Rio Coxipó; a criação de um parque linear na Avenida do CPA; a requalificação do Largo do Rosário e demais adequações no trânsito.

 

Ferrovia

 

A ferrovia irá ligar os municípios de Rondonópolis e Lucas do Rio Verde, passando por Cuiabá, e se conectará com a Malha Paulista, que leva até o Porto de Santos (SP). A obra será executada pela empresa Rumo Logística S/A.

 

As obras devem ser realmente iniciadas apenas em 2022, em razão das etapas a serem cumpridas para licenciamento ambiental e desapropriação. A previsão é que a ferrovia seja entregue em 2028.

 

 

Antes disso, porém, a empresa garantiu a entrega do primeiro terminal da ferrovia estadual,  entre Primavera do Leste e Campo Verde, em dois anos.

 

Parque Novo MT

 

Com previsão de ser concluído até 2023, o Parque Novo Mato Grosso terá 300 hectares e fica entre a MT-010, que liga a Capital ao Distrito da Guia, e a MT-251, que dá em Chapada dos Guimarães, com acesso também pelo Rodoanel.

 

O local terá um autódromo, um lago de mais de 100 hectares para a prática de esportes náuticos, uma arena multiuso, um centro de exposições, uma praça de alimentação do centro de exposições, pista de skate, entre outras coisas.

 

 

Fonte: SECOM

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.