Paranatinga, 14 de Agosto de 2022

Mato Grosso

MT diz que não vai exigir receita médica para vacinar crianças

Publicado 27/12/2021 22:29:53


27.12.2021 | 17h:37

PROPOSTA DE BOLSONARO

MT diz que não vai exigir receita médica para vacinar crianças

Imunizante da Pfizer foi liberado pela Anvisa, mas Ministério resolveu realizar consulta pública

Jardiel Carvalho/ Folhapress

 

Governo Federal resiste em liberar vacinas para crianças de cinco a onze anos

CÍNTIA BORGES

DA REDAÇÃO

Mato Grosso é um dos estados que decidiram não exigir prescrição médica para aplicar a vacina contra a Covid-19 em crianças a partir de 5 anos. 

 

A confirmação foi feita ao MidiaNews pelo secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo, que seguirá a recomendação do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde). 

 

É que o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar a apoiadores que – a depender dele – a vacinação em crianças só deverá ocorrer com autorização dos pais e mediante apresentação de "receita médica”. 

 

Com a decisão, Mato Grosso integrará o rol de outros 15 estados que não exigirão receita médica. São eles: Acre, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, São Paulo e Sergipe. Os outros estados ainda não se manifestaram sobre a possível exigência.

 

 

 

O imunizante Pfizer foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em crianças entre os 5 anos e 11 anos, após aval de representantes de cinco sociedade médicas. 

 

Em carta às crianças, divulgada no dia 24 de dezembro, o presidente do Conass, Carlos Lula, afirmou que "não será necessário nenhum documento de médico recomendando que tomem a vacina".

 

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga anunciou uma consulta pública sobre a vacinação infantil contra a Covid que ocorre até o dia 2 de janeiro.

 

Com as críticas de bolsonaristas, Queiroga adiou a decisão sobre vacinas em crianças para 2022. 

 

Apesar da aprovada pela Anvisa, órgão responsável pela palavra final em relação à liberação de vacinas, compete ao Ministério da Saúde a compra das vacinas pediátricas e sua inclusão no Programa Nacional de Imunização (PNI).

 

Fonte: MÍDIA NEWS

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.