Paranatinga, 20 de Outubro de 2021

Geral

DRE fecha o cerco contra drogas sintéticas e foca em festas clandestinas de alto padrão; Lago do Manso é um dos alvos

Publicado 04/09/2021 19:09:13


A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) também pretende fechar o cerco contra as drogas sintéticas que circulam por Cuiabá. Segundo a titular da unidade, delegada Juliana Chiquito Palhares, a Polícia Civil também está de olho nestes entorpecentes que são considerados de alto padrão, que possuem valor muito superior de mercado e fcará em festas clandestinas com pessoas de alto poder aquisitivo, como por exemplo as que ocorrem na região do Lago do Manso.


“A DRE também tem um enfoque nas drogas sintéticas, cujo público alvo é diferente do padrão, daquele tráfico doméstico, local. É tão grave e prejudicial quanto, acaba com famílias da mesma forma. O que diferencia é o valor de mercado, para que se tenha acesso a este tipo de droga, é preciso de uma estrutura financeira diferenciada. Não dá para encontrar com apenas dez reais, como são com as outras”, explica a delegada em entrevista ao Olhar Direto.
 
Juliana Palhares pontua ainda que a colaboração da sociedade para com este tipo de droga ainda é bastante pequena, quando comparada ao tráfico considerado ‘comum’. “É muito pouca a contribuição, as denúncias contra estas drogas elitizadas. Não é da mesma forma que acontece com os pontos de difusão da pasta base, crack, maconha”.
 
Ainda segundo a delegada, é bastante preocupante ver os jovens se valerem destas drogas sintéticas para, segundo ela, talvez fugir da realidade e buscar algo que não vale a pena.
 
A titular da DRE comenta ainda que as festas clandestinas de alto padrão, principalmente aquelas que acontecem em Cuiabá e no Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães, estão sendo monitoradas pela unidade especializada, que deve fechar o cerco contra elas.
 
Questionada sobre os pontos de droga na Capital, Juliana explica que não existe mais um local específico como era antes. “Hoje é algo sazonal. Não posso dizer que temos um local único de ocorrência de tráfico. Tem mês que é em um bairro, no outro já muda. Pode ser que um determinado tipo de tráfico de maconha seja em uma região, pasta base em outro e sintético em uma terceira”.

 

Fonte: OLHAR DIRETO

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.