Paranatinga, 24 de Maio de 2022

Geral

Covid matou 23 policiais militares em Mato Grosso

Publicado 03/01/2022 10:47:34


A segurança pública de Mato Grosso registrou 32 mortes entre servidores militares e civis, durante a segunda onda da covid-19 no ano de 2021. Destes óbitos, 23 são de policiais militares, ou seja, 71% dos casos.

 

 

 

 

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, 1.289 casos de covid-19 foram registrados entre os militares. Porém, 1.263 pessoas foram recuperadas da doença, sendo que um foi afastado. 23 PMs não resistiram e faleceram.

 

 

 

Entre os policiais civis, o Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso (Sinpol-MT) informou que 9 investigadores faleceram em decorrência do novo coronavírus, desde o início da pandemia.

Por conta do avanço da vacinação contra a covid-19 neste ano e a redução de óbitos de servidores da segurança pública, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) informou que parou de realizar o levantamento no primeiro semestre de 2021.

Em março, a pasta informou que 18 servidores haviam falecido. Em abril, esse número subiu para 25. Até o final deste ano, mais 7 mortes ocorreram.

Relembre alguns casos

Lucimar Christina Leque Bueno

Policial militar da reserva, sargento Lucimar Christina Leque Bueno, morreu em consequência da covid-19, no dia 15 de julho.

A policial estava internada há 22 dias no Hospital Jardim Cuiabá depois de contrair a covid-19. A militar tinha 54 anos e deixa marido, uma filha e três netos.

Anízio Batista da Silva

O Investigador da Polícia Civil Anízio Batista da Silva, 59 anos, faleceu de covid-19 na madrugada do dia 1º de abril. O Sindicato dos Investigadores de Polícia de Mato Grosso (Sinpol) e a Polícia Civil emitiram notas de pesar pela perda. O servidor estava na instituição desde 2002 e se aposentou há poucos meses.

Valdiney Dias de Souza

Faleceu no dia 2 de março o policial militar Valdiney Dias de Souza, 53, vítima da covid-19. Ele estava internado no Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá.

O sargento estava internado, quando nas últimas semanas, apresentou um agravamento em seu quadro de saúde, e precisou ser entubado. Por volta das 5 horas, o policial militar faleceu por insuficiência respiratória aguda ocasionada pela covid-19.

 

 

Fonte: folha max

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.