Paranatinga, 17 de Maio de 2022

Geral

Cidade de MT proíbe linguagem neutra e ameaça cassar alvarás de escolas

Publicado 28/12/2021 21:44:10


 

 

 

O prefeito de Alta Floresta (800 km de Cuiabá), Valdemar Gamba (PSDB), sancionou lei que proíbe escolas públicas e privadas, bancas examinadoras de seleções e concursos públicos de utilizar o pronome neutro em atividades relacionadas a língua portuguesa. 

 

 

A linguagem neutra — também chamada de “pronome neutro”, “linguagem não binária” ou “neolinguagem” — é a proposta de adaptação da língua portuguesa para que as pessoas não binárias (quem não se identifica nem com o gênero masculino nem com o feminino) se sintam representadas. Assim, “amigo” ou “amiga” virariam “amigue” ou “amigx”, segundo uma das propostas.

 

De acordo com a redação do projeto de lei de autoria dos vereadores Douglas Pereira Teixeira de Carvalho (PSC) e Darli Luciano da Silva (Podemos), a violação da regra em instituições públicas e privadas acarretará sanções aos servidores públicos municipais que ministrem conteúdos da denominada linguagem neutra seja de forma direta ou indireta, com a conduta sendo devidamente apurada pela Controladoria do Município. 

Já as escolas particulares ou qualquer outra instituição privada que utilizar nome neutro poderá sofrer advertências administrativas e até perder o álvara de funcionamento. 

“A Secretaria de Educação do Município de Alta Floresta empreenderá todos os meios disponíveis para a valorização da língua portuguesa culta em suas políticas educacionais, impedindo qualquer iniciativa destoante das normas e orientações legais de ensino”, diz um dos trechos.

A lei publicada no Diário Oficial de Contas (DOC), que circulou na última sexta-feira (24), também autoriza o Poder Executivo a firmar convênio com instituições públicas e privadas voltadas à valorização da língua portuguesa de acordo com a norma culta consolidada e nacionalmente ensinada.

Em novembro deste ano, a Assembleia Legislativa aprovou em primeira votação projeto de lei de autoria do deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) que proíbe a adoção da linguagem neutra em território mato-grossense. 

 

Fonte: Folha Max

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.