Paranatinga, 17 de Maio de 2022

Geral

Caminhoneiros de MT descartam greve; líder diz que combustível é problema mundial

Publicado 29/10/2021 11:04:48


Os caminhoneiros de Mato Grosso anunciaram que não vão aderir à paralisação no dia 1º de novembro. 

 

 

 

No estado, os caminhoneiros se mostram contrários às pautas apresentadas pelo movimento de paralisação nacional.

 

De acordo com o presidente da Associação dos Transportadores Rodoviários Mato-grossense (Atrom), Mauri Soares, o “problema do combustível não é só do caminhoneiro, é problema do Brasil, do mundo”. Segundo ele, a sociedade nunca ergueu bandeira em favor dos caminhoneiros e que, agora eles lutam apenas pelo aumento do valor do frete e não pela redução do preço do combustível.

 

Soares explica que eles entendem que o preço do combustível não pode ser resolvido e, por isso, vão lutar por um preço de frete justo.

 

“Por enquanto os caminhoneiros que transportam grãos, calcário e fertilizantes estão sobrevivendo. Quando não der, aí vamos parar tudo”.

Segundo ele, há previsões de faltar combustível no começo de 2022 e que, o setor quer garantir um preço fixo de frete, que não altere de acordo com a oferta e demanda.

O caminhoneiro Alexandre Schueroff, ex-presidente da Associação, comentou que ninguém do Estado vai parar, pois, a manifestação “não tem fundamento. É só politicagem. Não vamos aderir”. Questionado se esse movimento seria um ataque ao presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), o motorista disse que não pode garantir isso.

 

Fonte: REPORTER MT

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.