Paranatinga, 09 de Agosto de 2022

Cidades

Outubro é o mês com menor número de mortes por Covid-19 em 2021

Publicado 04/11/2021 22:01:02


Prefeitura de Cuiabá divulgou que outubro foi o mês de 2021 com menor número de óbitos por Covid-19 e o terceiro mês com menos registros desde o início da pandemia, em Cuiabá, com 31 mortes. Em abril de 2020, foram registrados os dois primeiros óbitos pela doença na Capital mato-grossense e em maio daquele ano, 10 pessoas morreram. Desde então, os números cresceram até o primeiro pico, em julho de 2020, quando 384 pessoas perderam a batalha para a Covid-19.
 
Leia mais:
Morte de mulher de 44 anos por Covid-19 é a única registrada nas últimas 24h em MT
 
Segundo a prefeitura, de agosto a dezembro de 2020 as mortes diminuíram, mas voltaram a subir a partir de janeiro deste ano, com 167 óbitos, até atingir o pico de toda a pandemia em Cuiabá em março de 2021, quando houve 622 óbitos pelo coronavírus.
 
Para se ter uma noção da queda, em relação ao mesmo período do ano passado, houve queda de 66,3% nos óbitos e 64,7% de redução em relação a setembro deste ano. Em outubro, ficaram mais frequentes os dias em que não se registrou óbito por covid-19 na Capital: 8 dias, sendo 4 na última semana do mês. (Confira detalhes nos gráficos ao final da matéria)

 

As explicações para essas reduções nos números de óbitos e casos de covid-19 podem ser encontradas no Informe Epidemiológico nº 27, relativo ao período de 10 a 23 de outubro (semanas epidemiológicas 41 e 42).
 
O estudo é elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso, representada por professores do Instituto de Saúde Coletiva e dos Departamentos de Geografia e de Matemática.
 
Segundo o Informe, a taxa de transmissão do coronavírus nas semanas epidemiológicas 40 e 41 foi estimada em 0,85, mantendo a tendência menor do que 1,0 desde o início de setembro, indicador positivo atribuído ao avanço da campanha de vacinação contra a covid-19.

 


 
“Desde julho de 2021 vem sendo observado um padrão de redução do impacto da pandemia no Brasil, e nas últimas semanas, pode-se ratificar a tendência de melhora com manutenção de queda nos indicadores de incidência, mortalidade por Covid-19, taxas de ocupação de UTI adulto no SUS e de transmissão do vírus. Tal fato mostra que a campanha de vacinação está atingindo seu principal objetivo de minimizar o impacto da doença nos indivíduos e na coletividade, contribuindo para o seu controle”, diz trecho do documento.
 
Por outro lado, os pesquisados apontam que é preciso manter os cuidados para se prevenir do contágio pelo coronavírus.

 

Temos reforçado que, apesar da melhoria dos indicadores, ainda é necessário tanto cautela, mantendo-se o uso de máscaras e algumas medidas de distanciamento físico, como também continuar acelerando e ampliando a vacinação entre adultos que não se vacinaram ou não completaram o esquema vacinal, idosos que requerem a terceira dose e adolescentes”, diz trecho do informe epidemiológico.
 
A gerente de Vigilância Epidemiológica de Cuiabá e membro da comissão organizadora da campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, Flávia Guimarães, indica quais medidas devem continuar sendo observadas pela população: “Apesar de ser a principal política de enfrentamento à pandemia, não podemos nos restringir apenas à vacinação. É fundamental que as pessoas mantenham o uso de máscaras, higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool 70%, seguir com o distanciamento social”.

 


O prefeito em exercício, José Roberto Stopa comemorou a redução de casos e mortes por Covid-19 e conclamou os cuiabanos a seguirem firmes na luta contra o coronavírus.
 
“Graças a Deus e à união de esforços entre o Poder Público e a sociedade, estamos conseguindo vencer essa guerra contra o coronavírus. Nos últimos dias, viemos revogando algumas medidas restritivas, permitindo que a nossa população possa voltar à sua rotina com segurança, a economia ser retomada, conforme a vacinação avança e os indicadores da pandemia caem. Mas ainda precisamos nos manter unidos e, por isso, peço a todos aqueles que ainda não se vacinaram que busquem o quanto antes se imunizar. A Prefeitura disponibiliza vários postos de vacinação, inclusive com o cadastro sendo feito na hora para aqueles que não tem acesso à internet, tudo para facilitar ao máximo que todos consigam a sua dose”, afirma.

 

 

Fonte: OLHAR DIRETO

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.