Paranatinga, 20 de Outubro de 2021

Cidades

Jovem perde parte do pulmão após contrair fungos ao usar narguilé

Publicado 18/06/2021 20:49:50


Cerca de dois meses depois de fumar narguilé, Livian Maria Rondon Monteiro, de 19 anos, teve febre e falta de ar. Por conta da pandemia da Covid-19, a jovem chegou a pensar que estava com a doença. No entanto, foi constatado que, na verdade, ela estava com uma infecção causada por fungos. 

 

O problema pode ter sido causado pelo compartilhamento do narguilé, falta de limpeza ou uso de água da torneira. 

 

Ao MidiaNews, Livian conta que chegou a fazer três testes de Covid-19, até que o médico solicitou uma tomografia. 

 

 

Meus pais ficaram assustados. A cirurgia era de alto custo, cerda de R$ 60 mil e precisava ser feita rápido

De acordo com ela, os clínicos gerais que analisaram o exame não viram nada de errado. No entanto, ela e a mãe acharam melhor buscar a opinião de um pneumologista, quando recebeu o diagnóstico de aspergilose.

PUBLICIDADE

 

 

"Só no pneumologista descobrimos o que era. Esses fungos se espalham por todos os órgãos, podendo levar a morte ou a paralisação dos órgãos afetados. Minha médica disse que, se demorasse um pouco mais para a cirurgia poderia ter infecção generaliza". 

 

A aspergilose é uma infecção oportunista causada por esporos inalados do fungo Aspergillus.

 

Os esporos germinam e se transformam em hifas, que entram nos vasos sanguíneos e, com doença invasiva, causam necrose hemorrágica e infarto.

 

Livian precisou passar por uma cirurgia de emergência, pois os fungos já estavam se espalhando pelo pulmão. Dois lobos do pulmão precisaram ser retirados em uma operação que durou seis horas. 

 

"Perdi sangue e precisei de transfusão. O pós-operatório é bastante dolorido, tem que utilizar um dreno 24 horas, incomoda bastante. Nos primeiros dias, utilizei morfina e mesmo assim sentia dor". 

 

A morfina também provocou reação alérgia na jovem. Ela contou que a cirurgia era de alto risco. 

 

"Meus pais ficaram assustados. A cirurgia era de alto custo, cerda de R$ 60 mil e precisava ser feita rápido". 

 

Ela explica que nunca imaginou que pudesse passar por esse tipo de situação por conta do narguilé. 

 

"Não imaginava, porque eu não usava [o narguilé] frequentemente. Muitas vezes estava no ambiente que tinha, mas nem chegava a fazer o uso", disse.

 

Para conseguir arrecadar o valor, a família contou com ajuda de uma vaquinha. Livian ainda está internada em observação. A jovem alertou para o uso responsável de narguilé. 


"Sejam cuidadosos e exijam sempre os devidos cuidados no uso do narguilé em tabacarias e lounges. Caso utilizem, tenham responsabilidade com você ou com o próximo. Não desejo isso a ninguém". 

 

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.