Paranatinga, 24 de Maio de 2022

Cidades

Jovem morta com pai é enterrada com vestido que usaria em festa de 16 anos em MT

Publicado 04/02/2022 09:15:02


A adolescente Giovana Martins de Souza, que foi morta junto com o pai, Genival Ferreira de Souza, em uma mercearia, na terça-feira (1º), em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, iria completar 16 anos em março. Por causa da pandemia da Covid-19, a festa de 15 anos foi adiada no ano passado e a família pretendia comemorar o aniversário dela de 16.

 

Giovana foi sepultada na manhã desta quinta-feira (3) com o vestido que ela tinha escolhido para usar na festa de aniversário, marcada para o dia 19 de março. Giovana e o pai foram mortos a tiros no estabelecimento comercial da família deles.

 

Ela já havia enviado o convite da festa aos convidados e definido a decoração da festa. O convite em formato de vídeo era virtual.

 

Playvolume00:03/01:00Truvid

 

Leia mais

 

Marildes Ferreira, que é amiga da família, disse que Giovanna estava radiante por conseguir realizar o sonho de fazer a festa de aniversário. Ela afirma que a garota já tinha feito até um ensaio fotográfico para o evento. "Essa festa que 15 anos que teria no ano passado estava sendo planejada com muitos detalhes pela mãe, mas, com a pandemia, não teve como acontecer. Agora, ela estava cuidando de tudo para a festa de 16 anos dela. Estava tudo pronto, tudo já preparado, os convites já haviam sido enviados", contou Marildes.

 

Como a garota sonhava com o evento, a família decidiu velar o corpo com a roupa que ela usaria na festa. "O vestido que ela escolheu, as flores que ela havia escolhido para a festa, nós fizemos questão de ir atrás. Ela queria flores da mesma cor do vestido e assim nós fizemos na festa. Foi um sonho interrompido de uma menina de 16 anos, que tinha a igreja como sua força, Nossa Senhora como a sua mãe e sua família como base de tudo", destacou.

 

Marildes lembrou que Giovana era muito obediente, prestativa e carinhosa. Segundo ela, a garota era muito católica e fazia parte do grupo 'filhas de Maria'.

 

O crime

 

Mais de 10 tiros foram disparados contra o pai dela e um deles a acertou. Imagens das câmeras de segurança mostram quando os homens chegam e começam a atirar.

 

Os criminosos chegaram em um carro de passeio preto. Dois homens, um de camisa branca e outro de camisa vermelha, usavam boné e máscara. Um deles entra no local e o outro faz os disparos em cima de uma pilha de cadeiras na parte de fora.

 

A ação foi rápida e durou poucos segundos. A dupla saiu correndo em seguida.

 

Um dos suspeitos foi preso no mesmo dia do duplo homicídio. Segundo a Polícia Militar, o crime pode estar ligado ao jogo do bicho.

 

 

Fonte: G1

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.