Paranatinga, 25 de Junho de 2022

Cidades

Jovem alega que apanhou da polícia e ateia fogo em viatura da polícia

Publicado 24/04/2022 16:47:49


Jovem de 22 anos foi preso na manhã deste domingo (24), em Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), após ter ateado fogo em uma viatura da Polícia Civil que estava no pátio da delegacia na noite de sábado (23). O rapaz confessou a autoria do crime em suas redes sociais, afirmando que foi agredido por dois policiais ao ser pego com seda para fumar maconha no bolso.

 

Passava das 22h de sábado quando os servidores da Polícia Civil que estavam de plantão na delegacia ouviram um estouro. Quando saíram para verificar, perceberam que a viatura que estava estacionada na rampa, do lado de fora, já estava sendo tomada pelo fogo.

 

Corpo de Bombeiros foi acionado e enquanto se deslocavam, os servidores tentaram controlar o fogo com os extintores. Porém, sem sucesso. O incêndio consumiu toda a viatura e só foi controlado com a chegada do caminhão dos bombeiros.

 

O prédio da delegacia não ficou destruído. Foi necessário o trabalho da perícia. Até aquele momento, ninguém sabia que se tratava de um atentado contra os policiais.

 

Desabafo nas redes

Por volta das 22h34, morador da cidade de 22 anos postou em sua página na rede social assumindo a autoria do crime. “Nem precisa procurar quem tacou fogo na viatura fui eu”, disse ele na publicação.

 

Na postagem, ele conta que foi abordado por policiais e que eles o agrediram “simplesmente eu estar com uma seda. Nem meu pai bate em mim, eu tenho ansiedade e uso controladamente a maconha como remédio e não é por isso que devo ser agredido”, disse ele.

 

Ele ressaltou que não estava portando droga e nem mesmo estava fumando no local. Afirmou ainda que não iria colocar fogo em outra viatura e que a atitude foi tomada no momento em que ele estava “tremendo de raiva”. Ele termina afirmando que se entregaria às 9h deste domingo (24), na frente da Lótus.

 

Reprodução

 

 

 

Preso

Como prometido, o suspeito entrou em contato com um repórter Joatan de Souza, que atua na cidade, e pediu ajuda para se entregar em segurança.

 

Com intermédio do jornalista, a polícia foi até o local e deu voz de prisão ao rapaz, que foi levado para a delegacia e autuado pelos crimes de incêndio e dano.

 

 

 

 

Fonte: Gazeta Digital

Entre no grupo do Paranatinga News no Telegram e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.