Paranatinga, 27 de Novembro de 2021

Agronegócios

Pesquisa da ANP aponta que MT tem o gás de cozinha mais caro do Brasil

Publicado 18/06/2021 20:44:31


O Estado de Mato Grosso é o que possui o maior preço máximo (R$ 125) de gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha (13 kg), no Brasil. Os dados foram divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O preço médio do gás de cozinha em Mato Grosso é de R$ 106,74, também o mais alto do país.
 
 
A ANP publica mensalmente os preços de gás liquefeito de petróleo (GLP) comercializados em todos os estados brasileiros. Foi elaborada uma tabela com a Síntese dos Preços Praticados no país. Em Mato Grosso foram pesquisados os preços de 119 postos de venda de gás de cozinha.
 
De acordo com a tabela, o preço médio mais alto é de Mato Grosso (R$ 106,74), seguido pelos Estados do Acre (R$ 103,79) e Rondônia (R$ 103,08). O preço médio mais baixo é do Distrito Federal (R$ 80,06).
 
A pesquisa da ANP também aponta o preço mínimo e o preço máximo encontrado na comercialização de gás de cozinha. Em Mato Grosso o preço mínimo encontrado foi de R$ 90 e o máximo foi de R$ 125, sendo o mais caro do país. O segundo Estado com maior preço máximo foi Rondônia (R$ 116), seguido por Roraima (R$ 115).
 
A tendência é que os preços aumentem. Na semana passada a Petrobrás anunciou aumento de 5,9% no preço do GLP. O novo valor já está valendo desde segunda-feira (14), no entanto, pode demorar um tempo até ser repassado ao consumidor.
 

 

Entre no grupo do Paranatinga News no WhatsApp e receba noticias em tempo real. CLIQUE AQUI

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE

Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.