Paranatinga, 28 de Outubro de 2020

Saúde

CORONAVÍRUS

1ª morte em Cuiabá foi registrada há 5 meses; hoje são 859 óbitos

Publicado 16/09/2020 07:27:07


Há cinco meses, no dia 15 de abril, Cuiabá registrava o primeiro óbito por covid-19. Até o início da noite de segunda-feira (14), quando a prefeitura divulgou os últimos dados, já eram 859 vítimas fatais da doença. Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã e Rondonópolis já tinham registrado uma morte cada um.

Informe Epidemiológico sobre a covid-19, divulgado nesta terça-feira (15) pela Secretaria de Saúde de Cuiabá, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso, aponta que das vítimas 75% apresentavam comorbidades, sendo a hipertensão (70,3%) e a diabetes (54,1%) as mais frequentes.

Tempo médio entre o início dos sintomas e a morte foi 18,8 dias

Outras comorbidades registradas entre as pessoas que foram a óbito estão doença cardíaca (24,7%), doença renal (9,3%), obesidade (8,6%), doença pulmonar (6,4%) e neoplasia (3,6%). Ao avaliar o número de comorbidades, 41,3% dos que foram a óbito apresentaram somente uma, 36,5% duas e 22,2% três ou mais comorbidades simultaneamente.

Outro dado destacado pelo informe epidemiológico é que a taxa de letalidade na capital de Mato Grosso é mais alta que a do Estado e do Brasil. Cuiabá tem taxa de letalidade de 4%, enquanto a taxa estadual e nacional é de 3%.

O boletim enfatiza que apesar da redução no número de mortes nas últimas semanas, as taxas de mortalidade e de letalidade em residentes em Cuiabá são elevadas, indicando a necessidade de incrementar a assistência aos casos graves da doença, em especial diagnóstico precoce, também monitoramento dos casos, principalmente os que fazem parte do grupo de risco, e a qualidade do atendimento prestado. 

Do total de óbitos em residentes em Cuiabá, 40 ocorreram na última semana (6 a 12 de setembro), com 5,7 óbitos/dia. Apesar de leve oscilação, o número de óbitos tem diminuído nas últimas quatro semanas (SE 34 a SE 37 – 16 de agosto a 12 de setembro), com média de 43 óbitos/semana. Nas quatro semanas anteriores (SE 30 a SE 33 – 19 de julho a 15 de agosto) a média foi de 64,8/semana. 

Letalidade

Cuiabá tem taxa de letalidade de 4%, enquanto a taxa estadual e nacional é de 3%

Entre os 848 óbitos por covid-19 de residentes em Cuiabá registrados até o dia 12, 56% eram do sexo masculino, resultando em letalidade de 4,2% para sexo masculino e 3,8% para feminino. A idade média foi de 65,2 anos e mediana de 67 anos sendo 68,2% idosos e entre eles cerca de 40% tinham entre 60 a 69 anos. A distribuição dos óbitos difere entre as faixas etárias e sexo, sendo sempre mais frequentes entre os homens, exceto para a faixa etária de 70 anos e mais, em que a proporção é maior entre mulheres.

Dos 669 indivíduos que estiveram internados e vieram a óbito, 91,8% ocuparam leitos de UTI sendo que 68,8% estiveram em leitos de UTI desde o momento da internação. A média de permanência (tempo entre a data de internação e data do óbito) foi 12,7 dias (1 a 74 dias). O tempo médio entre o início dos sintomas e a internação foi de 7 dias (1 a 36 dias) e entre o início dos sintomas e a morte foi 18,8 dias (1 a 79 dias).

Em relação à situação clínica, 795 (93,7%) dos óbitos foram considerados sintomáticos.

 

 

Fonte: reporter mt

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE