Paranatinga, 20 de Outubro de 2020

Política

SOLDADO EM BRASÍLIA

Taques enfatiza que será candidato ao Senado, não ao governo

Publicado 17/09/2020 07:48:27


Ex-governador de Mato Grosso, Pedro Taques (Solidariedade) confirmou a candidatura ao Senado na noite desta quarta-feira (16) na última convenção realizada. Aos jornalistas, Taques destacou que será senador de todo o Estado e fez questão de enfatizar, várias vezes, que será candidato ao Senado, não ao governo.

Ele informou que fechou com o Cidadania, que vai indicar o suplente e que está com partidos suficientes para ter tempo de TV (propaganda eleitoral) para mostrar aos mato-grossenses que “é possível fazer política desta maneira, do jeito que desejamos”. “Estou há 1 ano, 8 meses e 15 dias sem dar entrevistas, sem falar com a impressa, sem falar de política, pensando a respeito de tudo o que ocorreu no estado de Mato Grosso. Muitas pessoas me ligaram, recebo muitos whatsapp, mensagens, do Estado todo, dizendo que é possível a gente vencer essa eleição. Quero dizer a você, olhando nos seus olhos, nós ganharemos essas eleições, porque Mato Grosso é único, é um estado só”.

Taques afirmou que 90% da população o conhece, conhece seus defeitos e suas qualidades. “Mas entre as poucas qualidades que tenho, uma quero ressaltar, eu não tenho medo de enfrentar as dificuldades”.

O candidato disse que fará compromisso com o cidadão que serão cumpridos. “... como fiz durante os 4 anos no senado e depois no mandato do governador. Senador não pode ser representante de pessoas importantes, tem que ser daquele simples, aquele que mais precisa. Não de segmentos. Porque o único momento que o homem, todos nós somos iguais, é o momento que você vota. Ainda não posso pedir seu voto, mas vamos fazer campanha como manda a legislação”.

Sobre os desgastes com o servidores públicos durante o mandato como governador, voltou a afirmar: “não sou candidato ao governo, sou ao senado” e afirmou que recebeu o apoio de cinco candidatos. “Para mim servidor é fundamental. A reforma administrativa será discutida no senado federal. Quando procurador da república era voluntário para participar em julgamentos defendendo servidores”.

Quanto às críticas do governador Mauro Mendes, Taques não rebateu. “Quero expressar ao governador respeito, porque ele ganhou eleição e isso é democracia. E desejo a ele que tenha mais sucesso que eu tive, que seja mais competente que eu fui. Serei um soldado do governador lá em Brasília”.

 

Fonte: reporter mt

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE