Paranatinga, 16 de Setembro de 2019

Política

INSATISFAÇÃO NO PSL

Deputado diz que Selma teve atrito com o "filho do presidente"

Publicado 11/09/2019 15:41:45


DOUGLAS TRIELLI E CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

 

O deputado estadual Silvio Fávero (PSL) afirmou que a senadora Selma Arruda teve divergências com o também senador Flavio Bolsonaro nas últimas semanas. Este seria um dos motivos que pode levá-la a migrar do PSL para o Podemos.

 

Conforme revelou o site O Antagonista, nesta terça-feira (10), Flavio ligou para pelo menos dois senadores pedindo a retirada da assinatura no requerimento que tenta pela terceira vez criar a CPI da Lava Toga. Ontem, o MidiaNews revelou que Selma vem sofrendo pressão para retirar sua assinatura da Comissão.

 

“É delicado. Há divergências com a nacional, não tem nada a ver com a estadual. Ela teve atrito no partido. Mas todo partido é igual casamento: Estamos juntos, mas há divergências. Ela está tendo algumas divergências com o filho do presidente”, disse ele em conversa com a imprensa.

 

 

É delicado. Há divergências com a nacional, não tem nada a ver com a estadual. Ela teve atrito no partido

Segundo apurou a reportagem, o PSL não tem interesse na CPI que, caso instalada, irá também investigar a atuação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

 

Ele foi o responsável por suspender, temporariamente, todas as investigações em curso no País que tenham como base dados sigilosos compartilhados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e pela Receita Federal sem autorização prévia da Justiça. A medida beneficiou Flávio Bolsonaro.

 

Apesar das divergências, Fávero disse não ver como irreversível a saída da senadora da sigla.

 

“Ainda não tratamos isso como irreversível. Falei com ela esta semana, final de semana, e não tem nada definido. Ela foi procurada pelo Podemos. Ela está chateada com o PSL em algumas situações. O que é normal. Todos os partidos têm sua divergência. Mas eu acredito que a senadora fique no nosso partido”, afirmou.

 

“Ela é livre para responder e fazer o que bem entender. Ela é uma juíza e sabe o que está fazendo com essa assinatura dela. Apesar de que eu não acredito que vá ter êxito essa CPI”, acrescentou.

 

 

Fonte: Midia News

Publicidade Áudio

Enquete

Você é a favor ou contra privatização da MT 130 entre Primavera do Leste a Paranatinga

A FAVOR

CONTRA

INDEFINIDO

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE