Paranatinga, 28 de Outubro de 2020

Política

APOIO AO SENADO

Botelho dispara contra Fávaro: “Não é representante do povo”

Publicado 23/09/2020 13:17:12


O presidente da AL, deputado Eduardo Botelho: "Estou indeciso"

CÍNTIA BORGES
DA REDAÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), descartou a possibilidade de apoiar a candidatura do senador interino Carlos Fávaro (PSD) para a eleição suplementar ao Senado, que ocorre no próximo dia 15 de novembro.

 

Ácido, Botelho afirmou que Fávaro é um representante do agronegócio e não é um “representante do povo”.

 

“Não vejo ele [Fávaro] como representante da Baixada Cuiabana, nem como um homem que olha pela agricultura familiar. Não o vejo como representante realmente do povo. Por isso, não tenho essa afinidade de apoiar um candidato que representa só o agronegócio”, afirmou Botelho à imprensa. 

 

“Tem que representar o agronegócio, mas tem que representar também o pequeno, o feirante, o trabalhador da área rural”, emendou.

 

 

Não o vejo como representante realmente do povo. Por isso, eu não tenho essa afinidade de apoiar um candidato que representa só o agronegócio

Botelho no entanto garante que ainda não definiu – dentre os 11 candidatos a senador – a quem deverá manifestar apoio.

 

“Eu não decidi ainda, estou indeciso”, afirmou.

 

O Democratas tem como candidato a primeiro suplente, o ex-governador Júlio Campos, na chapa encabeçada pelo ex-deputado Nilson Leitão (PSDB). 

 

Ainda sim, liberou os filiados quanto à manifestação de apoio a outros candidatos ao Senado. O governador Mauro Mendes, por exemplo, já declarou apoio a chapa do senador tampão Carlos Fávaro.

 

Postulam como cabeça de chapa a tenente-coronel Rubia Fernanda (Patriota), José Medeiros (Podemos), Euclides Ribeiro (Avante), Nilson Leitão (PSDB), Reinaldo Morais (PSC), Valdir Barranco (PT), Elizeu Nascimento (DC), Procurador Mauro (Psol), Feliciano Azuaga (Novo), Carlos Fávaro (PSB) e Pedro Taques (SD).

 

Pedro Taques ao Senado

 

Outro candidato que Botelho sinalizou que não irá apoiar é o ex-governador Pedro Taques (SD). Para o presidente da AL, Taques não tem grupo político para enfrentar o embate. 

 

“Não vejo ele com chances reais de ganhar. Ele deve ter um grande percentual de votos. Foi um dos melhores senadores que Mato Grosso já teve, ninguém discute isso. Mas não tem grupo. As chances dele são pequenas”, disse o democrata.

 

As suplências da chapa de Taques são ocupadas pelo delegado Fausto Freitas e a médica Elza Queiroz, ambos do Cidadania.

 

 

 

Fonte: midianews

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE