Paranatinga, 14 de Abril de 2021

Polícia

Três cidades são alvo de investigação em desaparecimento de gerente do Banco do Brasil

Publicado 17/01/2016


Três cidades são alvo de investigação em desaparecimento de gerente do Banco do Brasil
Três cidades são alvo de investigação no caso do gerente do Banco do Brasil, Danilo Moreno, de 29 anos, desaparecido desde o dia oito de janeiro. A suspeita é de um corpo carbonizado encontrado no porta-malas de um veículo modelo Tucson, em Chapada dos Gruimarães (60 km de Cuiabá) seja do bancário, que morava em Rosário Oeste (111 km da Capital). Contudo, é necessário aguardar a confirmação obtida através de um exame de DNA. Diligências também estão sendo realizadas no município de Nobres (125 km de Cuiabá).

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Diego Martimiano, a apuração é extremamente delicada e por isso será mantido o sigilo sobre o inquérito. Além da esposa de Danilo, ouvida no início da semana, ele conta que várias pessoas já foram interrogadas, e que algumas linhas de investigação foram definidas.

“Essas informações não serão divulgadas para que as investigações não sejam prejudicadas. Este é um trabalho complexo, que demanda tempo e sigilo para seu andamento. Além do mais, precisamos aguardar constatações, que serão obtidas apenas depois dos exames realizados pela perícia, para sabermos a idenficação do corpo.”

Na segunda-feira, 11, a assessoria da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) informou que o material para confronto genético já foi recolhido, mas ainda não há um prazo para a divulgação do laudo.

Em seu depoimento à Polícia Civil, a esposa da vítima, C.A, declarou que o marido foi visto saindo de casa na última sexta-feira e não retornou. Ele também não compareceu ao local de trabalho, mas teria informado que devido a problemas iria se atrasar. O rapaz teria recebido uma promoção e se deslocava para atuar em uma agência instalada na região do Grande Cristo Rei, em Várzea Grande.  

O caso

O corpo carbonizado sem identificação foi encontrado dentro do porta-malas de um carro incendiado na madrugada de sábado, 9, em Chapada dos Guimarães. O cadáver estava com um arame amarrado no pescoço. O veículo foi encontrado na estrada do Visconde, zona rural do município, próximo ao Mirante. 

O carro, um Hyundai Tucson, com placas de Rosário Oeste, foi localizado por volta das 2h, por uma guarnição da Polícia Militar. Policiais militares foram os responsáveis por atender à ocorrência. O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas que ainda destruíam o veículo.
 
Olhar direto

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE