Paranatinga, 30 de Outubro de 2020

Mato Grosso

Transpantaneira em MT

Dez pontes de madeira são destruídas pelo fogo na Transpantaneira em MT

Publicado 18/09/2020 13:14:47


Os incêndios que atingem o Pantanal mato-grossense destruíram 10 pontes de madeira na Transpantaneira (MT-060). A rodovia tem 150 km de extensão e é conhecida por ser um atrativo turístico da região. Ela cruza a maior planície alagável do planeta.

 

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informou que vai substituir as 10 pontes queimadas por estruturas de concreto. Outras duas em situações precárias também serão trocadas, segundo o governo.

 

De acordo com a secretaria, os projetos estão em fase de elaboração para que sejam executados após contratação, “que será realizada com maior urgência possível”.

 

“Essas pontes de madeira que foram queimadas e outras que estão com sérios problemas estruturais serão substituídas por pontes de concreto pré-moldado, restituindo a trafegabilidade dessa rodovia. Como após o período da estiagem teremos o período das chuvas, a execução dessas pontes já estará bem adiantada”, esclareceu o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

 

 

Imagens feitas antes das queimadas, na época das chuvas, mostram a biodiversidade às margens da Transpantaneira. Agora, a paisagem é de deserto, com a mata em cinzas. Uma das áreas atingidas, o Parque Estadual Encontro das Águas perdeu 85% da cobertura vegetal.

 

Segundo o Instituto Centro Vida (ICV), ao todo, os incêndios já destruíram uma área de 92 mil hectares do parque, que tem 108 mil hectares.

 

O governo disse que a força-tarefa de diversos órgãos que atua no combate aos incêndios florestais pela Operação Pantanal II também está atuando para proteção das pontes, com um trator especializado para retirar vegetação das proximidades das pontes, além de maquinários disponibilizados por fazendeiros da região como caminhões pipas e tratores.

 

Com a estiagem, foi possível providenciar atalhos para travessia de veículos nos locais danificados pelo fogo e impedir que regiões não fiquem isoladas, sem acesso terrestre.

 

Situação de emergência

 

Na segunda-feira (14), o governador Mauro Mendes decretou situação de emergência em Mato Grosso por conta dos incêndios florestais.

 

O decreto foi homologado pela União, que repassará mais R$ 10 milhões para o combate ao fogo.

 

Para o combate aos incêndios que atingem os biomas mato-grossenses, o estado afirmou que já investiu mais de R$ 22 milhões em recursos próprios, contando com 40 equipes, seis aeronaves, três helicópteros e mais de 2500 profissionais, desde bombeiros, voluntários, integrantes da Defesa Civil e do Exército.

 

 

 

Fonte: G1

Publicidade Áudio

Enquete

Na sua opinião qual investimento é mais urgente para Paranatinga

CONCLUIR HOSPITAL MUNICIPAL

ASFALTAR BAIRROS

MELHORAR ILUMINAÇÃO

SINALIZAÇÃO DE TRANSITO E RUAS

Anuncios

CURTA NOSSA FAN PAGE